Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Argentina concorda em construir bases norte-americanas em seu território

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou a construção no país de várias bases militares dos EUA, informou no sábado (21) o portal mexicano Aristegui Noticias com referência a fontes informadas.
Sputnik

De acordo com o portal, trata-se de ao mínimo três bases militares a serem construídas nas províncias de Neuquén (onde fica a jazida de gás de xisto Vaca Muerta), Misiones e Tierra del Fuego, de onde se pode controlar a Antártida.

A sua criação deve ser financiada pelo Comando Sul dos EUA. Um dos principais adeptos da criação de bases seria a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich.

Além disso, nota o portal mexicano, a ministra elogiou a chegada ao país de instrutores americanos que efetuam a preparação dos policiais argentinos antes da cúpula do G20 em novembro. Isso viola as atuais leis argentinas, porque é necessário obter a autorização do Congresso para tais ações, algo que não foi feito.

Rússia derrubará mísseis se EUA atacarem Síria, diz embaixador no Líbano

A Rússia se reserva o direito de abater todos os mísseis e destruir as fontes de fogo em caso de agressão dos Estados Unidos contra a Síria, disse o embaixador russo no Líbano, Aleksandr Zasypkin, ao canal de TV libanês Al-Manar.


Sputnik

Zasypkin enfatizou ao canal de televisão que "a Rússia cumprirá a declaração de seu presidente, associada a qualquer agressão dos Estados Unidos contra a Síria, abatendo mísseis dos EUA e atacando as fontes de fogo".


Míssil do complexo Uran, foto de arquivo
Disparo de míssil do complexo Uran © Sputnik/ Denis Abramov

Anteriormente, o presidente norte-americano Donald Trump acusou a Rússia e o Irã de apoiar o líder sírio, Bashar Assad, tendo como base a informação de um suposto ataque químico na cidade de Douma, onde 40 pessoas poderiam ter morrido. A Rússia negou as informações sobre uma bomba de cloro supostamente usada pelo exército sírio naquela cidade.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que o objetivo de acusar o uso de substâncias tóxicas pelas tropas sírias é para proteger terroristas e justificar possíveis ataques militares externos.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas