Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Rússia insinua que EUA querem destruir provas de uso de armas químicas

Os mísseis com os quais os EUA querem atacar a Síria podem destruir as provas do uso de armas químicas nesse país, sugeriu nesta quarta-feira a porta-voz da Chancelaria russa, Maria Zakharova, em mensagem de resposta ao tweet do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre um iminente bombardeio.


EFE

"Os inspetores da OPAQ (Organização para a Proibição das Armas Químicas) já sabem que os mísseis inteligentes vão eliminar agora todo rastro do uso de armas químicas? ", se perguntou Zakharova em mensagem publicada em sua conta do Facebook.


Resultado de imagem para Maria Zakharova
Porta-voz da Chancelaria russa, Maria Zakharova | Reprodução

A porta-voz de Relações Exteriores respondeu assim ao tweet de Trump no qual advertiu à Rússia que se prepare para derrubar os mísseis "lindos, novos e inteligentes" que os EUA planejam disparar contra a Síria em represália pelo suposto ataque com armas químicas em Duma.

"A Rússia promete derrubar todos os mísseis disparados contra a Síria. Prepara-te, Rússia! Não deveria ser cúmplice de um animal que mata com gás, que mata sua gente e desfruta disso!", escreveu Trump em sua conta do Twitter.

Zakharova disse que "os mísseis inteligentes devem ser dirigidos contra os terroristas e não contra um governo legítimo que há tantos anos luta contra o terrorismo internacional em seu território".

A porta-voz insistiu que talvez o propósito destes planos seja "apagar todas as marcas da provocação (suposto uso de armas químicas) com ataques com mísseis inteligentes" para que os inspetores internacionais não possam encontrar nada de provas.

Moscou advertiu previamente a Washington sobre as "graves consequências" do possível ataque contra o Exército sírio, especialmente se o uso da força afetar as tropas russas desdobradas no país.

Postar um comentário