Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Rússia já enviou cerca de 40 sistemas antiaéreos Pantsir-S1 à Síria nos últimos anos

Nos últimos anos, Rússia tem exportado cerca de 40 sistemas antiaéreos Pantsir-S1 à Síria, declarou à Sputnik uma fonte do Ministério da Defesa russo.


Sputnik

"Rússia forneceu à Síria até 40 sistemas de mísseis Pantsir-S1 para a defesa aérea. Trata-se de exportações, não do material enviado dos depósitos do Ministério da Defesa", afirmou a fonte.


Sistema de artilharia antiaérea móvel Pantsir-S1
Sistema antiaéreo Pantsir S1 © Sputnik/ Mikhail Mokrushin

A função principal do sistema de artilharia antiaérea móvel Pantsir-S1 (SA-22 Greyhound, segundo a designação da OTAN) é proteger as instalações civis e militares de aviões, helicópteros, drones, mísseis de cruzeiro e munições de alta precisão.

Instalado sobre a plataforma de um caminhão, cada sistema inclui dois canhões de 30 mm capazes de disparar 40 salvas por segundo e 12 mísseis terra-ar.

Anteriormente, o Ministério da Defesa russo informou que a defesa aérea da Síria teria derrubado cinco de oito mísseis disparados por Israel durante o ataque contra a base aérea de T-4, na província de Homs.

Segundo o comunicado do ministério, a "Força Aérea de Israel, sem invadir o espaço aéreo da Síria, realizou do território libanês ataques com oito mísseis contra a base T-4".

Comentários

Postagens mais visitadas