Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Rússia: terroristas não poderão mais atacar Damasco a partir de Ghouta Oriental

Os terroristas não têm mais a possibilidade de realizar ataques de morteiros contra a capital da Síria a partir dos subúrbios de Ghouta Oriental, onde ficavam baseadas as principais forças dos seus combatentes, informou nesta quarta-feira o vice-comandante em chefe do Exército da Rússia, tenente-general Sergei Kuralenko.


Sputnik

"Pela primeira vez, desde 2012, as forças governamentais entraram em Jobar e Kharasta (localidades em Ghouta Oriental). A possibilidade de ataques de morteiro contra Damasco foi completamente liquidada", disse o militar durante a conferência de segurança internacional de Moscou. 


Damasco, Síria
Damasco, capital da Síria © Sputnik/ Mikhail Voskresenskii

Segundo o general, desde 27 de fevereiro está em curso "uma operação humanitária sem precedentes" para evacuar a população de Ghouta Otiental, que estava sendo mantida na região pelos terroristas.

Além disso, durante esse período, mais de 17,4 mil terroristas foram transferidos de Ghouta Oriental para Idlib, através dos corredores humanitários e sob a supervisão da Polícia Militar do exército russo.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas