Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Rússia: todas condições foram criadas para OPAQ investigar Douma

As autoridades sírias criaram todas as condições para o trabalho normal da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) em Douma, na Síria. A sua segurança está sendo assegurada, disse nesta segunda-feira o Representante Permanente da Rússia na ONU em Genebra, Gennady Gatilov.


Sputnik

"Os especialistas da OPAQ estão atualmente no local para determinar a verdade. As autoridades sírias e representantes da polícia militar russa estão apoiando-os em todos os sentidos. Todas as condições para que trabalhem normalmente foram criadas. Primeiro de tudo, do ponto de vista de assegurar sua segurança ", disse Gatilov a repórteres.


Forças governamentais sírias avançam com ofensiva na cidade de Douma, último baluarte de rebeldes na região de Ghouta Oriental, 8 de abril de 2018
Douma, Síria © AFP 2018 / Stringer

O Representante Permanente junto ao Escritório da ONU em Genebra também disse que a possível transferência das conversações sobre a Síria sob a égide da ONU de Genebra para Viena não está sendo considerada no momento.

"Genebra continua a ser o anfitrião das conversações sírias. Seria lógico manter o processo de negociação neste formato… De qualquer forma, não se fala sobre a transferência da plataforma de negociação de Genebra para Viena", disse Gatilov aos repórteres em Genebra..

A ministra austríaca das Relações Exteriores, Karin Kneissl, propôs anteriormente Viena como anfitrião alternativo para as conversações de paz sírias, que estão sendo realizadas em Genebra sob a égide das Nações Unidas.

Segundo Kneissl, a Áustria também poderia assumir o papel de mediadora de do conflito sírio, se receber o mandato apropriado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas