Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Tensões com a Ucrânia: Rússia pode ficar permanentemente em área do mar Negro

O comando da Frota do Mar Negro da Rússia está considerando a questão de garantir a segurança da navegação na parte nordeste do mar Negro, em particular, a presença permanente de forças e equipamentos navais nesta área, além de guardas de fronteira marítima, disse uma fonte de segurança da Crimeia à Sputnik nesta terça-feira.


Sputnik

Em 26 de março, guardas de fronteira ucranianos detiveram o navio russo Nord, alegando que sua tripulação havia violado a fronteira marítima.


Navio patrulheiro da Frota do Mar Negro Pytlivy
Navio Patrulha russo Pytlivy, da Frota do Mar Negro © Sputnik/ Sergei Petrosyan

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia exige que o lado ucraniano devolva o navio capturado, que fica no porto ucraniano de Berdyansk, e libere a tripulação.

"A ameaça da pirataria estatal ucraniana já emergiu: se a ordem apropriada for recebida, a Frota do Mar Negro, incluindo sua aviação, começará a garantir a segurança da navegação russa, isto é, estará presente na parte nordeste do país e na zona da bacia de Azov", revelou a fonte.

Ações agressivas de guardas de fronteira marítimos ucranianos em águas internacionais representam não apenas o risco de apreensão de navios russos, mas também a formação de pirataria em nível estatal, ressaltou a fonte.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas