Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Tensões com a Ucrânia: Rússia pode ficar permanentemente em área do mar Negro

O comando da Frota do Mar Negro da Rússia está considerando a questão de garantir a segurança da navegação na parte nordeste do mar Negro, em particular, a presença permanente de forças e equipamentos navais nesta área, além de guardas de fronteira marítima, disse uma fonte de segurança da Crimeia à Sputnik nesta terça-feira.


Sputnik

Em 26 de março, guardas de fronteira ucranianos detiveram o navio russo Nord, alegando que sua tripulação havia violado a fronteira marítima.


Navio patrulheiro da Frota do Mar Negro Pytlivy
Navio Patrulha russo Pytlivy, da Frota do Mar Negro © Sputnik/ Sergei Petrosyan

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia exige que o lado ucraniano devolva o navio capturado, que fica no porto ucraniano de Berdyansk, e libere a tripulação.

"A ameaça da pirataria estatal ucraniana já emergiu: se a ordem apropriada for recebida, a Frota do Mar Negro, incluindo sua aviação, começará a garantir a segurança da navegação russa, isto é, estará presente na parte nordeste do país e na zona da bacia de Azov", revelou a fonte.

Ações agressivas de guardas de fronteira marítimos ucranianos em águas internacionais representam não apenas o risco de apreensão de navios russos, mas também a formação de pirataria em nível estatal, ressaltou a fonte.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas