Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Seul celebra decisão de Pyongyang em suspender testes nucleares e de mísseis

Presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un irão se encontrar na próxima sexta-feira (27).
EFE

O governo da Coreia do Sul qualificou neste sábado (21) como um "progresso significativo" para a desnuclearização da Coreia do Norte a decisão do regime de Pyongyang de suspender os seus testes atômicos e de mísseis, assim como o fechamento de seu centro de testes nucleares.

Em um comunicado enviado pelo gabinete presidencial sul-coreano, Seul considerou que "a decisão da Coreia do Norte é significativa para a desnuclearização da península coreana" e disse, além disso, que "ajudará a criar um ambiente muito positivo para o sucesso das próximas cúpula intercoreana e entre o Norte e Estados Unidos".

O governo sul-coreano se comprometeu em preparar o iminente encontro entre seu presidente, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, previsto para o próximo dia 27, de modo a "liderar o caminho para a desnuclearização e paz duradour…

Tensões com a Ucrânia: Rússia pode ficar permanentemente em área do mar Negro

O comando da Frota do Mar Negro da Rússia está considerando a questão de garantir a segurança da navegação na parte nordeste do mar Negro, em particular, a presença permanente de forças e equipamentos navais nesta área, além de guardas de fronteira marítima, disse uma fonte de segurança da Crimeia à Sputnik nesta terça-feira.


Sputnik

Em 26 de março, guardas de fronteira ucranianos detiveram o navio russo Nord, alegando que sua tripulação havia violado a fronteira marítima.


Navio patrulheiro da Frota do Mar Negro Pytlivy
Navio Patrulha russo Pytlivy, da Frota do Mar Negro © Sputnik/ Sergei Petrosyan

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia exige que o lado ucraniano devolva o navio capturado, que fica no porto ucraniano de Berdyansk, e libere a tripulação.

"A ameaça da pirataria estatal ucraniana já emergiu: se a ordem apropriada for recebida, a Frota do Mar Negro, incluindo sua aviação, começará a garantir a segurança da navegação russa, isto é, estará presente na parte nordeste do país e na zona da bacia de Azov", revelou a fonte.

Ações agressivas de guardas de fronteira marítimos ucranianos em águas internacionais representam não apenas o risco de apreensão de navios russos, mas também a formação de pirataria em nível estatal, ressaltou a fonte.

Postar um comentário