Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Três militares sauditas mortas no Iêmen

Segundo a Agência de Notícias da Arábia Saudita, três militares sauditas foram mortas em uma operação no Iêmen.


Pars Today

A mídia saudita relatou o assassinato de militares em um conflito com as forças iemenitas de Ansarallah.


Três militares sauditas mortas no Iêmen

A mídia não deu detalhes sobre a operação, incluindo o tempo e o local exato.

O canal de TV iemenita Al Masirah também anunciou que as unidades de mísseis do Iêmen e os comitês populares tinham como alvo as posições dos mercenários sauditas em Najran no sábado.

A Arábia Saudita e seus aliados regionais atacaram o Iêmen em março de 2015 para trazer de volta ao poder o presidente deposto do Iêmen Abdrabbuh Mansour Hadi.

Milhares de iemenitas foram mortos nos ataques da coalizão saudita-americana e mais de 2.000 morreram devido a uma epidemia de cólera.

Os sauditas, em seu último crime de guerra no Iêmen, bombardearam uma festa de casamento em Hajjah e mataram dezenas de civis inocentes, incluindo crianças.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas