Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Ataque a bomba dentro de mesquita deixa 17 mortos no Afeganistão

Atentado não foi reivindicado por Taleban ou Estado Islâmico; templo era usado como local de votação.


Por G1


Um ataque a bomba dentro de uma mesquita no Afeganistão deixou 17 pessoas mortas e outras 33 feridas neste domingo (6), informaram autoridades oficiais afegãos.

Afegão ferido é levado para o hospital após explosão em mesquita deixar mais de 10 mortos no Afeganistão. (Foto: Farid Zahir/France Presse)
Afegão ferido é levado para o hospital após explosão em mesquita deixar mais de 10 mortos no Afeganistão. (Foto: Farid Zahir/France Presse)

O templo foi usado como local de votação na última eleição presidencial e provavelmente iria hospedar um colégio eleitoral no próximo pleito, que será realizado em outubro deste ano.

Habib Shah Ansari, o líder de saúde pública da província de Khost, confirmou o ataque na cidade de Khost, capital da localidade.

Até o momento, nenhum grupo radical reivindicou o atentado, mas tanto Taleban quanto Estado Islâmico rejeitam eleições.

*com informações da Associated Press

Postar um comentário