Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Ataque a bomba dentro de mesquita deixa 17 mortos no Afeganistão

Atentado não foi reivindicado por Taleban ou Estado Islâmico; templo era usado como local de votação.


Por G1


Um ataque a bomba dentro de uma mesquita no Afeganistão deixou 17 pessoas mortas e outras 33 feridas neste domingo (6), informaram autoridades oficiais afegãos.

Afegão ferido é levado para o hospital após explosão em mesquita deixar mais de 10 mortos no Afeganistão. (Foto: Farid Zahir/France Presse)
Afegão ferido é levado para o hospital após explosão em mesquita deixar mais de 10 mortos no Afeganistão. (Foto: Farid Zahir/France Presse)

O templo foi usado como local de votação na última eleição presidencial e provavelmente iria hospedar um colégio eleitoral no próximo pleito, que será realizado em outubro deste ano.

Habib Shah Ansari, o líder de saúde pública da província de Khost, confirmou o ataque na cidade de Khost, capital da localidade.

Até o momento, nenhum grupo radical reivindicou o atentado, mas tanto Taleban quanto Estado Islâmico rejeitam eleições.

*com informações da Associated Press

Postar um comentário

Postagens mais visitadas