Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel concentra mais forças na fronteira com Faixa de Gaza e está pronto a agir

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) concentraram mais forças na fronteira com a Faixa de Gaza e estão prontas para usá-las se for necessário, comunica a assessoria da entidade militar.
Sputnik

A decisão foi tomada no decurso da reunião no Estado-Maior e é uma resposta aos combates de ontem (11), que causaram morte de um militar israelense e sete palestinos.


"As IDF aumentaram suas forças no Distrito Sul e estão dispostas, se for preciso, a agir com mais vigor", destaca o comunicado da entidade.

No decurso da operação militar que teve lugar no enclave palestino neste domingo (11) um tenente coronel de uma unidade especial israelense foi morto. Ao mesmo tempo, a parte palestina perdeu sete homens, inclusive um comandante militar. Após os confrontos, os palestinos lançaram 17 mísseis contra o sul de Israel, dois deles foram interceptados pelos sistemas de defesa antiaérea Iron Dome (Cúpula de Ferro).

Foi igualmente informado que, tendo em conta a situação, o prim…

Ativistas de Gaza lançam jornada para quebrar os limites navais israelenses

Um número de ativistas palestinos partiu em uma jornada marítima em direção aos limites navais estabelecidos por Israel em uma demonstração de protesto contra o cerco incapacitante do regime do enclave costeiro.


Pars Today

Na terça-feira, os palestinos se reuniram no porto da Cidade de Gaza, enquanto os barcos deveriam navegar para quebrar o cerco de 11 anos, que impediu que suprimentos médicos entrassem no território e que os pacientes saíssem.

Resultado de imagem para marinha israelense
Marinha israelense | Reprodução

Os barcos transportam um grupo de aproximadamente 30 pessoas, incluindo manifestantes palestinos feridos em manifestações de uma semana ao longo da cerca que separa Gaza dos territórios ocupados por Israel.

Em uma coletiva de imprensa realizada no porto da Cidade de Gaza, o organizador do plano, Salah Abd al-Ati, disse que a viagem está em conformidade com todos os regulamentos de direitos humanos que garantem o direito de viajar e transportar.

A Faixa de Gaza está sob cerco israelense desde junho de 2007. O bloqueio causou um declínio nos padrões de vida, assim como níveis sem precedentes de desemprego e pobreza implacável.

O regime israelense nega a cerca de 1,8 milhão de pessoas em Gaza seus direitos básicos, como liberdade de movimento, empregos com salários adequados, além de cuidados de saúde e educação adequados.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas