Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Aviões de combate realizam manobras noturnas desafiadoras em porta-aviões chinês (VÍDEO)

Em 24 de maio, Liaoning, o porta-aviões chinês capaz de acomodar 26 aviões de combate e 22 helicópteros, completou as suas primeiras manobras de voos noturnos, informaram as mídias chinesas.


Sputnik

O vídeo dos exercícios mostra como os aviões de combate chineses J-15, conhecidos como Flying Sharks (tubarões voadores), decolam e pousam no porta-aviões de 65.000 toneladas, comunicaram as mídias.


Porta-aviões Liaoning perto do porto de Hong Kong, China, 7 de julho de 2017
Porta-aviões chinês Liaoning © AP Photo / Kin Cheung

Os pilotos começaram a se preparar para as manobras desde janeiro, já que a decolagem e pouso em condições de escuridão são considerados mais arriscados que de dia e requerem mais habilidade.

Hoje em dia, a Marinha chinesa conta formalmente com um só porta-aviões, o Liaoning, um antigo navio soviético conhecido originalmente na década de 1980 na URSS como Riga, e mais tarde rebatizado de Varyag, que o país asiático adquiriu como sucata à Ucrânia na década de 1990 para o reconstruir e pôr em serviço em 2012.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas