Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Bomba da 2ª Guerra Mundial é encontrada durante obras no metrô em Hong Kong

1.200 pessoas que estavam nas lojas, restaurantes e prédios comerciais do bairro de negócios de Wanchai foram retiradas.


Por G1

Centenas de pessoas foram retiradas de uma área de Hong Kong após a descoberta de uma bomba da Segunda Guerra Mundial durante obras no metrô.

Policiais movem nesta sexta-feira (11) uma bomba desativada descoberta durante obras do metrô em Hong Komg (Foto: Kin Cheung/ AP Photo)
Policiais movem nesta sexta-feira (11) uma bomba desativada descoberta durante obras do metrô em Hong Komg (Foto: Kin Cheung/ AP Photo)

A polícia instalou um perímetro de segurança e retirou 1.200 pessoas que estavam nas lojas, restaurantes e prédios comerciais do bairro de negócios de Wanchai.

Uma equipe do esquadrão antibombas foi enviada ao local para desenterrar e desativar a bomba de 450 quilos, de fabricação americana. Segundo Lai Ngo-yau, oficial do esquadrão antibombas citado pela agência France Presse, dois terços da bomba estavam enterrados. Ela estava na posição vertical.

A bomba foi localizada na quinta-feira, durante as obras de construção de uma nova estação de metrô. Outras duas bombas similares foram encontradas em janeiro.

De acordo com a Associated Press, especialistas a identificaram como de fabricação americana que acredita-se ter sido lançada por aviões durante a Segunda Guerra Mundial, quando a então colônia britânica foi palco de combates entre forças de ocupação aliadas e japonesas.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Hong Kong foi cenário de combates violentos entre o Japão e as forças aliadas, em particular entre a invasão japonesa de dezembro de 1941 e a libertação da cidade, em 1945.

Postar um comentário