Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Bomba da 2ª Guerra Mundial é encontrada durante obras no metrô em Hong Kong

1.200 pessoas que estavam nas lojas, restaurantes e prédios comerciais do bairro de negócios de Wanchai foram retiradas.


Por G1

Centenas de pessoas foram retiradas de uma área de Hong Kong após a descoberta de uma bomba da Segunda Guerra Mundial durante obras no metrô.

Policiais movem nesta sexta-feira (11) uma bomba desativada descoberta durante obras do metrô em Hong Komg (Foto: Kin Cheung/ AP Photo)
Policiais movem nesta sexta-feira (11) uma bomba desativada descoberta durante obras do metrô em Hong Komg (Foto: Kin Cheung/ AP Photo)

A polícia instalou um perímetro de segurança e retirou 1.200 pessoas que estavam nas lojas, restaurantes e prédios comerciais do bairro de negócios de Wanchai.

Uma equipe do esquadrão antibombas foi enviada ao local para desenterrar e desativar a bomba de 450 quilos, de fabricação americana. Segundo Lai Ngo-yau, oficial do esquadrão antibombas citado pela agência France Presse, dois terços da bomba estavam enterrados. Ela estava na posição vertical.

A bomba foi localizada na quinta-feira, durante as obras de construção de uma nova estação de metrô. Outras duas bombas similares foram encontradas em janeiro.

De acordo com a Associated Press, especialistas a identificaram como de fabricação americana que acredita-se ter sido lançada por aviões durante a Segunda Guerra Mundial, quando a então colônia britânica foi palco de combates entre forças de ocupação aliadas e japonesas.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Hong Kong foi cenário de combates violentos entre o Japão e as forças aliadas, em particular entre a invasão japonesa de dezembro de 1941 e a libertação da cidade, em 1945.

Comentários

Postagens mais visitadas