Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Colômbia será primeiro 'parceiro global' da OTAN na América Latina

O presidente colombiano destacou que o país será o único da América Latina com o privilégio de fazer parte da OTAN. A Colômbia também acertou parceria com a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).


Sputnik

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, anunciou na noite desta sexta-feira (25) a concretização de um acordo de parceria com a OTAN e com a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos
Presidente da Colômbia Juan Manuel Santos © REUTERS / John Vizcaino

"Sermos membros da OCDE nos permitirá fazer melhor as coisas, ver o que deu errado e o que funcionou em outros países. Com nossa entrada, melhoraremos nossas políticas públicas", disse o líder colombiano.

Em relação à Aliança do Norte, ele destacou que "a Colômbia será o único país da América Latina que tem tal privilégio".

"A entrada na OTAN melhora a imagem da Colômbia e nos permite ter muito mais jogo no cenário internacional", acrescentou.

Comentários

Postagens mais visitadas