Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Condenam na Alemanha violência de Israel contra os palestinos em Gaza

O governo e os partidos políticos alemães reagiram hoje em massa violência por parte do exército israelense contra os palestinos na linha de demarcação com Gaza com um saldo de 60 mortos e dois mil e 771 feridos.


Prensa Latina
Berlim - O Ministério das Relações Exteriores expressou mediante um comunicado de imprensa sua rejeição ao massacre e indicou que 'o direito ao protesto pacífico deve ser respeitado também na Faixa de Gaza'.

Reprodução

'Deve ser respeitado o princípio de proporcionalidade nas medidas tomadas', destacou o governo alemão em relação com o argumento de Israel sobre o suposto propósito de proteger suas fronteiras, respaldo para justificar sua agressão.

Em seu comunicado, o Ministério das Relações Exteriores referiu-se, também, à 'triste situação humanitária na Faixa de Gaza', e reiterou o compromisso da Alemanha de contribuir para melhorar a situação dos palestinos mediante ajuda ao desenvolvimento.

Enquanto, representantes da oposição criticaram mais duramente a repressão israelense contra os manifestantes em Gaza.

O presidente dos Verdes, Robert Habeck, assegurou que o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, 'agravou a crise atirando cocktails molotov dentro de um incêndio'.

Por sua vez Dietmar Bartsch, o chefe da bancada do Partido de Esquerda (Die Linke), acusou o presidente estadounidense, Donald Trump, de manter uma 'política cega que entorpece o processo de paz' nessa região.

A bancada do Die Linke no parlamento demandou nesta terça-feira o fim imediato das exportações de armas da Alemanha para Israel e apoiou a exigência de uma investigação internacional e independente sobre a violência em massa por parte do exército desse país contra os palestinos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas