Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Coreia do Norte teria concordado com inspeção nuclear e eliminação de mísseis

Pela primeira vez, a Coreia do Norte dará acesso a seu arsenal nuclear para observadores internacionais. Além do mais, o país disse estar pronto a eliminar seus mísseis intercontinentais, comunicou a edição Asahi.


Sputnik

No momento, as condições e formas de realização da completa desnuclearização estão sendo debatidas na véspera da reunião de alto nível entre a Coreia do Norte e os EUA.


Exército Popular da Coreia apresenta, em desfile, complexos de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais (foto de arquivo)
Mísseis norte-coreanos em desfile © Sputnik / Ilia Pitalev

De acordo com a edição, um grupo de três pessoas – entre eles, funcionários da CIA e especialistas em armamento nuclear, visitaram a Coreia do Norte no final de abril, permanecendo no país por uma semana.

Após a visita, a Coreia do Norte teria concordado em eliminar mísseis balísticos, bem como aceitou que observadores internacionais pudessem visitar seu arsenal nuclear.

Enquanto isso, os prazos da eliminação do armamento nuclear, e o benefício que Pyongyang pode ganhar "em troca", estão sendo discutidos, segundo a mídia.

No final de abril, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un e seu homólogo sul-coreano, Moon Jae-in, realizaram um encontro na zona desmilitarizada que separa as duas Coreias, em Panmunjom, na última sexta-feira. Durante a reunião, os líderes dos países assinaram uma declaração conjunta, concordando em tomar medidas para apoiar os esforços internacionais que visam a desnuclearização da península coreana e prosseguir com os programas de reunião das famílias coreanas separadas.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas