Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Brasil comemora 20 anos do fim do conflito entre Peru e Equador

O Brasil irá comemorar nesta terça-feira os 20 anos do fim dos conflitos na fronteira entre Peru e Equador, que se prolongaram por quase 170 anos e que causaram várias guerras, tensões e enfrentamentos entre ambos os países.
EFE

Brasília - O Acordo Global e Definitivo de Paz entre Equador e Peru foi assinado em 26 de outubro de 1998 em Brasília, que voltará a ser palco de um encontro entre representantes dessas duas nações, mas agora para reafirmar "o valor e a eficácia da diplomacia e da solução pacífica de controvérsias", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

A cerimônia contará com a participação do equatoriano José Ayala Lasso e do peruano Fernando de Trazegnies Granda, que eram os chanceleres de seus países na ocasião da assinatura e tiveram participação ativa nas negociações, e será presidido pelo ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes.

Segundo a nota oficial, a comemoração "também evidencia, uma vez mais, a capacidade regional de responder e…

Crise militar: maioria dos caças Eurofighter Typhoon da Bundeswehr apresenta deficiências

As autoridades alemãs anunciaram recentemente a intenção de gastar mais de 450 milhões de euros na modernização das forças armadas do país somente em 2018. Os equipamentos militares do país parecem revelar mais deficiências a cada dia.


Sputnik

A maioria dos 128 jatos Eurofighter Typhoon usados ​​pela Força Aérea Alemã revelaram sérias deficiências e não são mais adequados para operações militares, informou a revista alemã Spiegel.


Eurofighter Typhoon S da Força Aérea da Alemanha
CC BY 2.0 / Eurofighter Typhoon S Germany Air Force / https://www.flickr.com/people/14035760@N03

De acordo com a mídia, os engenheiros detectaram problemas no sistema de autoproteção da aeronave, que supostamente detecta os inimigos e garante a sobrevivência do jato durante as operações militares.

O relatório diz que sérios problemas de funcionamento desabilitam os sensores, tornando os jatos literalmente "cegos" e reduzindo a eficácia do seu uso.

Sem este sistema, a aeronave não pode ser usada em operações da OTAN, escreveu a revista, acrescentando que o exército alemão está enfrentando sérios desafios em termos de cumprir suas obrigações no âmbito do bloco militar.

O Eurofighter Typhoon é um caça de quarta geração. A aeronave, que entrou em serviço em 2003, é fabricada pela Eurofighter GmbH e compõe as forças aéreas da Alemanha, Itália, Espanha, Grã-Bretanha, Áustria e Arábia Saudita.

O jornal Handelsblatt, por outro lado, informou que as Forças Armadas da Alemanha — Bundeswehr — pretendem gastar mais de 450 milhões de euros em modernização somente no ano de 2018.

A medida foi adotada em meio aos relatos de que o exército alemão vem sofrendo escassez de equipamentos e de pessoal.

Por exemplo, em 31 de março de 2018, surgiram notícias de um relatório confidencial do Ministério da Defesa da Alemanha alertando sobre o estado "ultrapassado" da frota de caças de combate do modelo Tornado. A aeronave seria incapaz de participar das missões da OTAN, já que não possui um sistema de comunicação criptografado e a inteligência coletada pela aeronave permanece vulnerável à interceptação.

Anteriormente, outra revista alemã informou que mais da metade dos tanques Leopard 2 da Bundeswehr alemã não estava pronta para operação. Segundo a matéria, Bundeswehr possui 244 tanques deste tipo, mas apenas 95 deles estão em prontidão total de combate.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas