Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Deputada ucraniana exige concentrar militares na fronteira com Crimeia

Uma deputada ucraniana exigiu posicionar mais forças militares ucranianas na fronteira com a Crimeia "ocupada" para "prestar resistência efetiva à atividade subversiva da Rússia".


Sputnik

A chefe do Comitê de Assuntos Internacionais da Suprema Rada (parlamento ucraniano), Anna Gopko apelou para as autoridades exigindo deslocar uma unidade da Guarda Nacional na fronteira com a Crimeia e também aumentar o número de militares nas regiões fronteiriças com a Rússia.


Ponto de controle na fronteira russo-ucraniana Dzhankoy, Crimeia, Rússia (foto de arquivo)
Ponto de controle na fronteira entre Rússia e Ucrânia na Crimeia © Sputnik / Aleksandr Polegenk

De acordo com a política, a situação atual no sul da região de Kherson representa um problema para a segurança nacional da Ucrânia. Em sua opinião, desde 2014 nada tem mudando para Kiev.

"Em quatro anos, as capacidades de defesa da Ucrânia têm aumentado significativamente, mas a presença militar perto da Crimeia ocupada é mínima. Não é suficiente para prestar resistência efetiva à atividade subversiva da Rússia", escreveu a deputada no Facebook.

No entanto, não está claro do que a "atividade subversiva" russa se trata, visto que é a parte ucraniana que normalmente organiza provocações ou as anuncia.

Por exemplo, na fronteira com a Crimeia apareceram anúncios que indiretamente chamam para a conquista da península.

Além disso, Kiev regularmente apela para "retirar" a ponte da Crimeia da Rússia ou impor sanções contra aqueles que a atravessam para atingir a península.

Quanto aos moradores da própria península, eles explicam tal compartimento por "fantasia doente" das autoridades ucranianas.

A Crimeia retornou à Rússia em 2014 em um referendo, com mais de 90% dos moradores escolhendo a reunificação. No entanto, Kiev ainda considera a península do território ucraniano.

Autoridades russas ressaltaram repetidas vezes que a reunificação ocorreu por meio de um referendo, de acordo com as leis internacionais.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas