Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Drone dos EUA é visto perto da fronteira russa

Um drone da Força Aérea dos EUA, um RQ-4B-30 Global Hawk, realizou um voo ao longo da fronteira entre a Rússia e a Ucrânia na região de Carcóvia, comunicou neste domingo o serviço de monitoramento de voos PlaneRadar em sua conta no Twitter.


Sputnik

De acordo com o serviço, o drone partiu da base aérea da OTAN de Sigonella, situada na Sicília. Por volta das 7h15 GMT (01h15 do mesmo dia em Brasília) o veículo entrou no espaço aéreo da Ucrânia.


Veículo aéreo não tripulado RQ-4B-30 Global Hawk, força aérea dos EUA, disparou da base da aeronave, indicativo #Sigonella #UAVGH000, no espaço aéreo da Ucrânia.

Três horas mais tarde, o drone terminou seu voo ao longo da fronteira da região de Belgorod. Além disso, o veículo aéreo norte-americano sobrevoou a linha de demarcação em Donbass.

Não é a primeira vez que aviões e drones de reconhecimento norte-americanos são avistados perto das fronteiras russas.

Nesta terça-feira (8), um drone de reconhecimento dos EUA RQ-4 Global Hawk foi detectado vigiando o espaço aéreo de Donbass.

Postar um comentário