Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Drones subaquáticos russos Poseidon poderiam portar ogiva nuclear de 2 megatons

O veículo subaquático não tripulado russo Poseidon, que está em desenvolvimento, seria capaz de portar uma ogiva nuclear com capacidade de até dois megatons de trotil para destruição de bases militares marítimas inimigas, segundo comunicou uma fonte da indústria militar russa.


Sputnik

"O 'torpedo' do sistema multifuncional Poseidon seria capaz de portar diferentes cargas nucleares. A potência máxima de um monobloco corresponderá a uma carga termonuclear de dois megatons de trotil", declarou a fonte.

Imagem do novo drone submarino russo mostrada durante a mensagem anual de Vladimir Putin à Assembleia Federal Rússia
Ilustração de drone submarino russo © Foto : Ministério da Defesa da Rússia

O funcionário especificou que o drone subaquático será usado para "destruir bases navais fortificadas de possíveis inimigos".

Segundo ele, os drones Poseidon apresentados pelo presidente russo, Vladimir Putin, em março deste ano, atingirão velocidade de 60 a 70 nós (110 a 130 km/h), se moverão a um quilômetro de profundidade e terão alcance intercontinental.

Conforme outra fonte da indústria militar, os veículos Poseidon poderiam vir a entrar no arsenal da Marinha russa em conformidade com o programa de armas correspondente aos anos de 2018 a 2027 e a fazer parte de um novo submarino especializado.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas