Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

EUA e aliados continuarão trabalhando para impedir Irã de construir bomba nuclear, diz Mattis

Os Estados Unidos continuarão trabalhando com seus aliados para garantir que o Irã não construa uma arma nuclear, disse nesta quarta-feira o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, um dia após o presidente Donald Trump se retirar do acordo nuclear internacional com Teerã.


Por Idrees Ali e Phil Stewart | 
Reuters

WASHINGTON - “Continuaremos trabalhando ao lado de nossos aliados e parceiros para garantir que o Irã nunca possa adquirir uma arma nuclear e trabalharemos com outras pessoas para lidar com o alcance da influência maligna do Irã”, disse Mattis em audiência num comitê do Senado dos EUA.


Resultado de imagem para Jim Mattis
Jim Mattis | Reprodução

“Esta administração continua comprometida em colocar a segurança, os interesses e o bem-estar dos nossos cidadãos em primeiro lugar”, disse Mattis.

Na véspera, Trump retirou os Estados Unidos do acordo nuclear com o Irã, aumentando o risco de conflito no Oriente Médio, desapontando os aliados europeus e lançando incertezas sobre o fornecimento global de petróleo.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas