Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

EUA pretendem envolver helicópteros russos em manobras

A infantaria naval norte-americana pretende utilizar helicópteros russos durante manobras, comunicou Marine Times.


Sputnik

Segundo a publicação, o comando das Unidades Expedicionárias do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos solicitou helicópteros russos com a finalidade de usá-los durante os treinamentos. Na qualidade de inimigo hipotético no exercício, pode atuar o Mi-24 ou Mi-17.


Helicópteros de combate Mi-24
Helicópteros de combate russos Mi-24 © Sputnik / Pavel Lisitcin

"O helicóptero de ataque, devido a seu tamanho, altura de voo, poder de fogo e capacidades de defesa móveis, representam uma ameaça especial, criando uma força beligerante realística, única e confiável", lê-se no comunicado.

De acordo com Marine Times, os helicópteros russos serão utilizados na qualidade de agressor e simularão ataques contra alvos aéreos e terrestres.

Segundo representantes do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, o envolvimento destas aeronaves durante treinamentos ajudará a "conhecer melhor as habilidades e os pontos fracos dos helicópteros inimigos".

O jornal não proporciona informações quanto ao possível fornecedor das aeronaves aos EUA. Porém, segundo ele, o equipamento militar russo pode ser adquirido através de "governos amigáveis" a Washington, tais como Ucrânia, Iraque e Afeganistão.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas