Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

EUA pretendem envolver helicópteros russos em manobras

A infantaria naval norte-americana pretende utilizar helicópteros russos durante manobras, comunicou Marine Times.


Sputnik

Segundo a publicação, o comando das Unidades Expedicionárias do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos solicitou helicópteros russos com a finalidade de usá-los durante os treinamentos. Na qualidade de inimigo hipotético no exercício, pode atuar o Mi-24 ou Mi-17.


Helicópteros de combate Mi-24
Helicópteros de combate russos Mi-24 © Sputnik / Pavel Lisitcin

"O helicóptero de ataque, devido a seu tamanho, altura de voo, poder de fogo e capacidades de defesa móveis, representam uma ameaça especial, criando uma força beligerante realística, única e confiável", lê-se no comunicado.

De acordo com Marine Times, os helicópteros russos serão utilizados na qualidade de agressor e simularão ataques contra alvos aéreos e terrestres.

Segundo representantes do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, o envolvimento destas aeronaves durante treinamentos ajudará a "conhecer melhor as habilidades e os pontos fracos dos helicópteros inimigos".

O jornal não proporciona informações quanto ao possível fornecedor das aeronaves aos EUA. Porém, segundo ele, o equipamento militar russo pode ser adquirido através de "governos amigáveis" a Washington, tais como Ucrânia, Iraque e Afeganistão.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas