Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vídeo mostra momento do encontro do submarino argentino Ara San Juan

Profissionais que operavam um dos veículos submarinos foram os primeiros a ver em tela as imagens da embarcação, que estava desaparecida desde 15 de novembro do ano passado. Submarino foi localizado a 907 metros de profundidade.
Por G1

Um vídeo divulgado neste domingo (18) mostra as primeiras imagens do submarino Ara San Juan, no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. O encontro foi anunciado pela Marinha da Argentina na madrugada de sábado.


No vídeo é possível ver quando a equipe que opera um dos veículos que fazia as buscas vê a embarcação pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia.

O Ara San Juan desapareceu em 15 de novembro de 2017, com 44 pessoas a bordo, e sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma á…

EUA solicitam que Rússia 'retire forças' da Abkházia e Ossétia do Sul

Washington vem condenando os planos do governo sírio de estabelecer relações diplomáticas com as duas regiões que decidiram se separar da Geórgia - Abkházia e Ossétia do Sul, solicitando que a Rússia retire suas forças destes territórios, afirmou o Departamento do Estado dos EUA.


Sputnik

"Estas regiões fazem parte da Geórgia. A posição dos EUA em relação à Abkházia e à Ossétia do Sul é inabalável", afirmou durante briefing a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Heather Nauert. 

Tanque russo na Ossétia do Sul (foto de arquivo)
Tanque russo na Ossétia do Sul © Sputnik / Said Gutsiev

Além disso, Washington condenou a iniciativa do governo sírio de reconhecer a independência da Abkházia e da Ossétia do Sul e de estabelecer relações diplomáticas com estas regiões, frisando que os EUA apoiam a integridade da Geórgia.

Reagindo à decisão do governo de Bashar Assad, a Geórgia rompeu relações diplomáticas com a Síria.

A Abkházia e Ossétia do Sul declararam independência na década de 90. Em 2008, a Rússia reconheceu o novo estatuto das regiões. Agora, no território das duas regiões se encontram instalações militares russas.

Além da Rússia, a independência dos territórios foi reconhecida pelo Nicarágua, Venezuela, Nauru, Vanuatu e Tuvalu (que posteriormente retirou seu reconhecimento).

Por sua vez, Tbilisi considera que as regiões estão temporariamente ocupadas.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas