Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

EUA têm medo que Rússia e China 'enganem' seus satélites espiões

A Marinha dos EUA lançou um projeto de pesquisa com objetivo de descobrir se Rússia e China são capazes de camuflar seus armamentos e escondê-los dos satélites e drones de reconhecimentos norte-americanos.


Sputnik

Segundo escreve o jornal The National Interest, drones de reconhecimento podem transferir grande fluxo de informação, inclusive imagens de tanques e sistemas de mísseis. Para analisar tal volume de dados é necessário ter inteligência artificial, mas esta pode ser facilmente enganada. Por exemplo, um computador pode confundir um tanque russo bem camuflado até com um carro.

Satélite no espaço (imagem referencial)
CC0 / Pixabay

Portanto, a Marinha dos EUA tenciona descobrir o método usado para iludir a inteligência artificiai, escreve o jornal.

"Tecnologias eficazes devem causar erros na classificação de imagens tiradas de diferentes ângulos (+/- 45º) e distâncias (de 25 metros até ao espaço)", destacam fontes na Marinha dos EUA.

Atualmente a investigação está apontada apenas aos métodos de camuflagem dos adversários — não há sinais que indiquem que o Pentágono também deva esconder seu arsenal dos sistemas russos e chineses, sublinha.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas