Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Foi F-35 israelense que causou falha no sistema de defesa antiaérea da Síria?

O caça israelense F-35I Adir poderia ter causado uma falha no sistema de defesa antiaérea da Síria em abril de 2018, acredita Joseph Trevithick, autor do artigo do jornal norte-americano The War Zone.


Sputnik

"Provavelmente o F-35 tenha interferido nos instrumentos radioeletrônicos inimigos com seu potente sistema maciço de vigilância para coletar dados dos radares e outras unidades do sistema de defesa antiaérea", escreveu.

Caça F-35 Lightning II da Força Aérea de Israel se apresenta durante show aéreo na cerimônia de formatura dos pilotos na base de Hatzerim, perto da cidade de Berseba, 27 de dezembro de 2017
F-35 Lightining II israelense © AFP 2018 / JACK GUEZ

Na noite de 17 de abril, o sistema de defesa antiaérea da Síria foi acionado. Ao mesmo tempo, a mídia local se apressou em informar que o sistema de defesa antiaérea sírio repeliu um ataque com mísseis contra a base de Shayrat na província de Homs.

Posteriormente, foi comunicado que na verdade não houve nenhum ataque. A falha, segundo Damasco, aconteceu em decorrência de um "ataque eletrônico conjunto" dos EUA e Israel. Simultaneamente, a Síria observou que os especialistas russos haviam resolvido o incidente. Os Estados Unidos e Israel negaram a participação em qualquer ataque radioeletônico.

Em maio, o comandante da Força Aérea de Israel, Amikam Norkin, anunciou que Israel é o primeiro país na história a usar caças de quinta geração Lockheed Martin F-35 Lightning II em combate.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas