Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Fonte: OTAN está preocupada com potencial da frota russa

Na OTAN, em primeiro lugar, nos EUA estão preocupados com potencial em crescimento das frotas russas do Norte e do Mar Negro, informou à Sputnik uma fonte político-militar em Bruxelas.


Sputnik

"A primeira [Frota do Norte] dá à Rússia acesso à parte norte da região do Atlântico, e a segunda [Frota do Mar Negro] ao Mediterrâneo", explicou o interlocutor da Sputnik.


Submarino nuclear Karelia no cais da base da Frota do Norte da Marinha da Rússia, na cidade de Gadzhievo.
Submarino nuclear russo Karelia © Sputnik / Mikhail Fomichev

Como informado anteriormente, os submarinistas russos passaram a sair a mares e oceanos mais frequentemente em 2017 em comparação ao período entre 2015 e 2016. Espera-se que em 2018 a frota submarina russa participe de cerca de 500 manobras.

O complexo industrial-militar russo cria sistema oceânico multifuncional, que inclui submarinos nucleares com aparelhos autopropulsados que podem se mover nas profundezas a altas velocidades para atingir alvos inimigos.

As principais direções do desenvolvimento da Marinha russa correspondem à construção de submarinos de 4ª geração e a projetos de submarinos de 5ª geração.

Postar um comentário