Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Fonte: OTAN está preocupada com potencial da frota russa

Na OTAN, em primeiro lugar, nos EUA estão preocupados com potencial em crescimento das frotas russas do Norte e do Mar Negro, informou à Sputnik uma fonte político-militar em Bruxelas.


Sputnik

"A primeira [Frota do Norte] dá à Rússia acesso à parte norte da região do Atlântico, e a segunda [Frota do Mar Negro] ao Mediterrâneo", explicou o interlocutor da Sputnik.


Submarino nuclear Karelia no cais da base da Frota do Norte da Marinha da Rússia, na cidade de Gadzhievo.
Submarino nuclear russo Karelia © Sputnik / Mikhail Fomichev

Como informado anteriormente, os submarinistas russos passaram a sair a mares e oceanos mais frequentemente em 2017 em comparação ao período entre 2015 e 2016. Espera-se que em 2018 a frota submarina russa participe de cerca de 500 manobras.

O complexo industrial-militar russo cria sistema oceânico multifuncional, que inclui submarinos nucleares com aparelhos autopropulsados que podem se mover nas profundezas a altas velocidades para atingir alvos inimigos.

As principais direções do desenvolvimento da Marinha russa correspondem à construção de submarinos de 4ª geração e a projetos de submarinos de 5ª geração.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas