Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Forças Armadas da Alemanha pretendem ser 'defensoras da Europa'

A Bundeswehr (Forças Armadas da Alemanha) se concentrará na proteção do país e da Europa como reação aos novos desafios, declarou o porta-voz da Bundeswehr, Jens Flosdorff.


Sputnik

Flosdorff explicou que esta é uma "reação aos novos cenários como a guerra híbrida e os ciberataques".


Soldado alemão na base aérea da Bundeswehr em Renania-Palatinado
Militar alemão © AP Photo / Matthias Schrader

"O predomínio das missões estrangeiras atingiu a maior escala nos últimos 20 anos […], mas será equilibrado com as tarefas dedicadas a garantir a segurança do país e a promover a cooperação nas alianças", afirmou.

Recentemente o jornal Süddeutsche Zeitung informou que a ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen, está considerando possibilidade de reformar as Forças Armadas do país e que o respectivo projeto já existe.

Em particular, propõe-se preparar as Forças Armadas da Alemanha para repelir ameaças cibernéticas e garantir a segurança nacional e europeia.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas