Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Forças de segurança de Israel fecham passagem da Faixa de Gaza

As Forças de Defesa Israelenses (FDI) anunciaram neste sábado (12) que a passagem de Kerem Shalom, a única aberta para mercadorias na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, será fechada até que danos causados por manifestantes palestinos sejam reparados.


Sputnik

"Devido à destruição de Kerem Shalom no lado palestino, o Ministro da Defesa, Avigdor Liberman, aprovou a recomendação de fechar a passagem. A travessia permanecerá fechada até que os danos causados pelos tumultos sejam reparados e reabrirão de acordo com uma avaliação da situação. A organização terrorista Hamas está prejudicando o bem-estar de Gaza", escreveram as Forças de Defesa de Israel no Twitter.


Manifestantes palestinos correm para se proteger de bombas de gás lacrimogêneo disparadas por soldados israelenses durante confrontos em Gaza (arquivo)
Palestinos de Gaza fugindo de ataque israelense © AP Photo / Adel Hana

Apesar das afirmações, a violência tem marcado a relação das FDI contra os manifestantes. Desarmados, dezenas de palestinos foram mortos a tiros desde o início das manifestações.

Dezenas de palestinos foram mortos e centenas de outros ficaram feridos quando as forças israelenses reprimiram as manifestações.

Espera-se que os protestos se intensifiquem ainda mais com a proximidade do Nakba em 15 de maio, data que marca o êxodo dos palestinos de suas casas como resultado da declaração de independência de Israel em 1948.

Postar um comentário