Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Irã ataca Israel a partir da Síria

O exército israelense afirmou que forças do Irã instaladas na Síria lançaram um ataque de mísseis contra as Colinas de Golã na madrugada desta quinta-feira (10). As sirenes de ataque aéreo foram ligadas e não há relatos de vítimas até o momento.


Sputnik

"Lançamentos de cerca de 20 mísseis foram registrados por volta da meia-noite em direção às posições de fronteira nas Colinas de Golã pelas forças al-Quds do Irã", afirmou porta-voz do Exército de Israel.


Soldado e tanques israelenses perto da fronteira com a Síria (foto de arquivo).
Tropas israelenses na fronteira com a Síria © AP Photo / Ariel Schalit

De acordo com o The Times of Israel, os moradores da região foram orientados a procurar abrigos e há relatos de que a população ouviu explosões barulhentas e repetidas.

A publicação afirmou que alguns dos mísseis foram interceptados pelo sistema de defesa Iron Dome e que Israel revidou atacando posições sírias nas proximidades com artilharia.

O Exército de Israel afirmou que enxerga o episódio "com grande severidade" e que está preparado para "uma ampla variedade de cenários".

O incidente ocorre na mesma semana em que a mídia síria culpou Israel por um ataque com mísseis ao sul de sua capital, Damasco, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou Washington do acordo nuclear do Irã.

Ainda nesta semana, Israel afirmou que havia notado atividades irregulares na região por parte das forças iranianas e colocou suas tropas em alerta máximo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas