Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

'Irã está tentando transformar Síria em ponto de apoio para ataques a Israel'

Israel está pronto para adotar medidas preventivas para se proteger de ataques do Irã, que está tentando ganhar apoio no país vizinho – Síria, afirmou à Sputnik o ministro para Jerusalém e Assuntos da Diáspora de Israel, Zeev Elkin.


Sputnik

"Nós vamos introduzir medidas preventivas nunca antes introduzidas, a fim de impedir o fortalecimento militar do Irã na Síria", declarou Elkin, momentos antes do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF, na sigla em inglês).

Soldado israelense caminha em antigo posto militar, usado para visitantes para ver as Colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria, em 10 de maio de 2018
Militar israelense nas Colinas de Golã © AP Photo / Ariel Schalit

Os recentes ataques a Israel do território sírio foram citados pelo ministro como fonte de preocupação.

"O Irã está tentando transformar Síria em ponto de apoio para ataques a Israel. Recentemente, Israel foi atacado por 30 mísseis lançados do território sírio. É claro que Israel não podia fechar os olhos para tal situação", acrescentou Elkin.

A presença militar iraniana na Síria é também uma preocupação para o governo de Damasco, destacou a autoridade.

"Ao invés de se beneficiar da estabilidade, o país [Síria] praticamente paga o preço pela agressão iraniana. Não tenho dúvidas de que os interesses israelenses, russos e sírios correspondem à suspensão da presença militar iraniana no território da Síria", disse Elkin.

Israel declarou inúmeras vezes que não permitirá que o Irã transforme a Síria em uma base militar, e já lançou vários ataques a posições iranianas na Síria.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas