Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China convoca embaixador dos EUA após sanção por compra de jatos russos

O Ministério de Relações Exteriores da China convocou neste sábado o embaixador dos EUA em Pequim para protestar contra a decisão de Washington de sancionar uma agência militar chinesa e seu diretor após a compra de caças russos e de avançado sistema de mísseis terra-ar.
Reuters

O vice-ministro das Relações Exteriores chinês, Zheng Zeguang, convocou o embaixador Terry Branstad para apresentar “representações severas” e protestar contra as sanções, disse a pasta.

Mais cedo, o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Wu Qian, disse que a decisão da China de comprar caças e sistemas russos foi um ato normal de cooperação entre países soberanos, e que os Estados Unidos “não tinham o direito de interferir”.

Na quinta-feira, o Departamento de Estado dos EUA impôs sanções ao Departamento de Desenvolvimento de Equipamentos da China (EED, na sigla em inglês) depois que o órgão se envolveu em “transações significativas” com a Rosoboronexport, principal exportadora de armas da Rússia.

As sanções est…

Israel apreende "Navio da Liberdade" de Gaza e o leva para porto de Ashdod (VIDEO)

O exército de Israel capturou nesta terça-feira o "Navio da Liberdade", que zarpou durante a manhã da Faixa de Gaza com o objetivo de romper o bloqueio marítimo e chegar ao Chipre, e o está transferindo para o porto de Ashdod, que fica próximo do território palestino.


EFE

Jerusalém - "Um navio palestino foi capturado com pelo menos 17 palestinos a bordo", confirmou à Agência Efe uma porta-voz militar israelense, que acrescentou que a operação aconteceu sem a adoção de medidas excepcionais.


Resultado de imagem para Israel apreende Navio da Liberdade
Reprodução

"O navio será examinado e levado para a base naval de Ashdod. Depois de uma investigação, os palestinos serão enviados de volta à Faixa de Gaza", acrescentou a fonte, que afirmou que os mesmos, em princípio, não serão detidos.

O exército israelense oferecerá assistência médica às pessoas que viajavam na embarcação, caso seja necessário.

Pouco antes, quatro navios militares israelenses interceptaram e cercaram a embarcação, que zarpou esta manhã do porto da Cidade de Gaza com feridos, doentes e estudantes a bordo, que reivindicam permissão para deixar a Faixa.

Adham Abu Selmeya, da Comissão Nacional para Desafiar o Bloqueio, confirmou em comunicado que quatro embarcações armadas interceptaram o navio palestino nas nove milhas para as quais foi ampliado recentemente na região norte o limite habitual de seis milhas pela alta temporada de pesca.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas