Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Israel inicia construção de barreira submarina com Gaza

Israel iniciou neste domingo os trabalhos de construção de uma barreira submarina na delimitação marítima com a Faixa de Gaza a fim de "prevenir infiltrações", anunciou o Ministério de Defesa.


EFE

Jerusalém - "Esta ação frustrará os objetivos do Hamas, que perderá outra capacidade estratégica e enorme quantidade de dinheiro", declarou o titular de Defesa, Avigdor Lieberman, sobre o controle do movimento islamita no enclave litorâneo, e ao qual culpa pelas incursões em território israelense.

EFE/
EFE

A barreira, "um tipo de píer impermeável único no mundo", consistirá em três camadas, incluindo uma abaixo do nível do mar, e estará completa no prazo de um ano, segundo um comunicado oficial.

O objetivo do estabelecimento deste obstáculo é prevenir "infiltrações", como as ocorridas durante a operação militar israelense de 2014 sobre o enclave litorâneo, quando um grupo do Hamas conseguiu nadar até o litoral israelense.

"A nova resposta à ameaça à segurança foi projetada para resistir às condições do mar e servir ao estabelecimento de defesa durante anos", ressaltou o comunicado.

Lieberman advertiu que Israel continuará "defendendo os cidadãos israelenses com força e sofisticação".

As autoridades israelenses também estão construindo uma barreira subterrânea na fronteira terrestre com Gaza para neutralizar os túneis de infiltração das milícias armadas palestinas, que foi a razão pela qual Israel lançou a operação militar Margem Protetora em 2014.

O chamado projeto "Obstáculo" consiste em um muro ao longo de 65 quilômetros, e estará dotado de sensores eletrônicos para detectar qualquer tentativa de infiltração.

Israel mantém um bloqueio da Faixa de Gaza desde 2007, quando o Hamas, considerada uma organização terrorista por Israel, a União Europeia, os Estados Unidos e outros países, tomou o controle do enclave litorâneo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas