Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Caça F-22 dos EUA faz pouso de emergência no Alasca

Nesta quarta-feira (11), um caça de quinta geração F-22 Raptor da Força Aérea dos EUA fez um pouso de emergência em uma base militar no Alasca, de acordo com a agência AP.
Sputnik

De acordo com a agência, a aeronave aterrissou na base de Elmendorf-Richardson, na cidade de Anchorage, devido a uma falha no funcionamento do chassi de aterrissagem.

As imagens do acidente divulgadas pelo Facebook demonstram que uma das rodas não saiu e a aeronave acabou pousando sobre sua asa esquerda.

O piloto saiu ileso. Entretanto, a porta-voz da Força Aérea dos EUA, Erin Eaton, informou sobre o início de uma investigação da ocorrência.

Outros acidentes

O avião F-22 é um caça bimotor monolugar produzido pela corporação norte-americana Lockheed Martin. A Força Aérea dos EUA conta com 186 aeronaves do modelo.

Em abril, foi registrada uma falha de motor em um F-22 durante a decolagem da base aérea de Fallon, como resultado a aeronave acabou caindo sobre a pista.

Outro acidente, que também ocorreu em abril, teve lu…

Jornalista publica FOTO de Pantsir-S1 atingido por míssil israelense

O jornalista russo Aleksandr Kots publicou em sua conta no Twitter uma imagem que demonstra o estado em que se encontrava o sistema antiaéreo Pantsir-S1 antes de ser atingido por um míssil israelense.


Sputnik

Julgando pela foto, o veículo não estava carregado, tampouco estava em posição de combate.


Foto da concha destruída. Ele diz que todos os foguetes são filmados (é visível em tubos livros escolares), o radar não está em uma posição de combate, um lugar de hit de um foguete, o rack hidráulico é levantada. Então ele não tinha nada para lutar, à espera de recarga. Pergunta por que as armas estavam em silêncio. 

"Simplesmente não tinha nada com que repelir o ataque. Estava à espera de ser recarregado", explica, mostrando os tubos de lançamento queimados, o radar desligado e as colunas estabilizadoras levantadas.

Para comparar, um Pantsir pronto para combate tem geralmente as colunas estabilizadoras baixadas (observe a parte traseira e central do veículo), e o radar em estado "aberto" (observe a parte superior do equipamento): 



Sistema Pantsir durante fórum internacional técnico-militar ARMY-2016
Sistema Pantsir durante fórum internacional técnico-militar ARMY-2016 © SPUTNIK / RAMIL SITDIKOV

A única pergunta que resta, segundo o jornalista, é por que não foram utilizados os canhões do Pantsir.

Na madrugada de 10 de abril as Forças de Defesa de Israel realizaram um ataque aéreo contra posições do Irã na Síria em resposta a um suposto ataque com mísseis de Teerã a partir do território sírio. Os israelenses asseguraram ter informado Moscou sobre o bombardeamento.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas