Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Marinha dos EUA relança Segunda Frota para abordar 'ameaças russas' no Atlântico Norte

Os Estados Unidos anunciaram planos para restabelecer a Segunda Frota no norte do oceano Atlântico, após a publicação da nova Estratégia Nacional de Defesa do país, que deixa claro que os EUA estão "de volta a uma era de grande competição de poder", segundo afirmou o chefe de operações navais John Richardson nesta sexta-feira.


Sputnik

"O ambiente de segurança continua a crescer mais desafiador e complexo", disse o almirante em discurso na cidade de Norfolk, na Virgínia. "É por isso que hoje estamos relançando a Segunda Frota, para enfrentar esses desafios, particularmente no Atlântico Norte".


Resultado de imagem para us navy 2nd fleet
US Navy reativa a Segunda Frota

De acordo com vários oficiais presentes, ouvidos pelo USNI News, a medida seria motivada principalmente por supostas ameaças impostas pela Rússia na região onde a frota irá operar.

A sede do comando da Segunda Frota será localizada em Norfolk, onde as autoridades operacionais e de treinamento exercitarão sobre navios, aeronaves e forças de desembarque designados na condução de operações marítimas, conjuntas e combinadas em apoio a comandos unificados e aliados. Ainda segundo o USNI, cerca de 15 militares da Marinha dos Estados Unidos devem ser destacados para esse comando inicialmente. Mas a ideia é a de que esse número chegue a 250 homens.

Postar um comentário