Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Mídia: navios da OTAN entram nas águas do mar Negro

Navios do 2º grupo militar-naval da OTAN entraram no mar Negro, comunica edição ucraniana Dumskaya.


Sputnik

Segundo a publicação, o navio-almirante do grupo é o destróier britânico HMS Duncan. Na composição do grupo também entraram fragata espanhola SPS Victoria, turca TCG Gemlik, navio alemão FGS Bayern e mais algumas embarcações.


Destróier HMS Duncan, foto de arquivo
CC BY-SA 2.0 / Defence Images / New Type 45 Destroyer HMS Duncan

Mais cedo, surgiram notícias que a OTAN está reforçando seu grupo na região do mar Negro. A Aliança enviou para patrulhamento da área vários caças de 4ª geração, Eurofighter Typhoon.

Segundo representantes da Força Aérea Real do Reino Unido, os pilotos treinarão combate contra "potencial agressão" que, segundo OTAN, vem da Rússia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas