Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Mídia: navios da OTAN entram nas águas do mar Negro

Navios do 2º grupo militar-naval da OTAN entraram no mar Negro, comunica edição ucraniana Dumskaya.


Sputnik

Segundo a publicação, o navio-almirante do grupo é o destróier britânico HMS Duncan. Na composição do grupo também entraram fragata espanhola SPS Victoria, turca TCG Gemlik, navio alemão FGS Bayern e mais algumas embarcações.


Destróier HMS Duncan, foto de arquivo
CC BY-SA 2.0 / Defence Images / New Type 45 Destroyer HMS Duncan

Mais cedo, surgiram notícias que a OTAN está reforçando seu grupo na região do mar Negro. A Aliança enviou para patrulhamento da área vários caças de 4ª geração, Eurofighter Typhoon.

Segundo representantes da Força Aérea Real do Reino Unido, os pilotos treinarão combate contra "potencial agressão" que, segundo OTAN, vem da Rússia.

Postar um comentário