Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Mídia: navios da OTAN entram nas águas do mar Negro

Navios do 2º grupo militar-naval da OTAN entraram no mar Negro, comunica edição ucraniana Dumskaya.


Sputnik

Segundo a publicação, o navio-almirante do grupo é o destróier britânico HMS Duncan. Na composição do grupo também entraram fragata espanhola SPS Victoria, turca TCG Gemlik, navio alemão FGS Bayern e mais algumas embarcações.


Destróier HMS Duncan, foto de arquivo
CC BY-SA 2.0 / Defence Images / New Type 45 Destroyer HMS Duncan

Mais cedo, surgiram notícias que a OTAN está reforçando seu grupo na região do mar Negro. A Aliança enviou para patrulhamento da área vários caças de 4ª geração, Eurofighter Typhoon.

Segundo representantes da Força Aérea Real do Reino Unido, os pilotos treinarão combate contra "potencial agressão" que, segundo OTAN, vem da Rússia.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas