Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vídeo mostra momento do encontro do submarino argentino Ara San Juan

Profissionais que operavam um dos veículos submarinos foram os primeiros a ver em tela as imagens da embarcação, que estava desaparecida desde 15 de novembro do ano passado. Submarino foi localizado a 907 metros de profundidade.
Por G1

Um vídeo divulgado neste domingo (18) mostra as primeiras imagens do submarino Ara San Juan, no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. O encontro foi anunciado pela Marinha da Argentina na madrugada de sábado.


No vídeo é possível ver quando a equipe que opera um dos veículos que fazia as buscas vê a embarcação pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia.

O Ara San Juan desapareceu em 15 de novembro de 2017, com 44 pessoas a bordo, e sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma á…

Ministério da Defesa da Rússia nega ter interceptado F-16 israelense no Líbano

O Ministério da Defesa da Rússia negou informações sobre uma suposta interceptação de um caça F-16 israelense por uma aeronave Su-34 russa, afirmando que as aeronaves do país não realizam missões no espaço aéreo libanês.


Sputnik

"A informação divulgada por uma das fontes de notícias israelenses sobre a suposta interceptação de dois F-16 israelenses pelo [caça] russo Su-34 no espaço aéreo libanês é um disparate amador", afirmou o Ministério da Defesa da Rússia.

Caça israelense F-16
F-16 Fighting Falcon israelenses © AFP 2018 / JACK GUEZ

O Ministério especificou que "os bombardeiros Su-34, que pertencem ao grupo aéreo russo na Síria, não são usados para voos para interceptar alvos aéreos e não realizar tarefas no espaço aéreo do Líbano".

O comentário segue os relatos divulgados no início do dia em meios de comunicação israelenses, libaneses e russos, alegando que os dois jatos da Força Aérea de Israel foram desafiados por um bombardeiro Sukhoi Su-34 sobre Trípoli e forçados a sair.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas