Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Ministério da Defesa da Rússia nega ter interceptado F-16 israelense no Líbano

O Ministério da Defesa da Rússia negou informações sobre uma suposta interceptação de um caça F-16 israelense por uma aeronave Su-34 russa, afirmando que as aeronaves do país não realizam missões no espaço aéreo libanês.


Sputnik

"A informação divulgada por uma das fontes de notícias israelenses sobre a suposta interceptação de dois F-16 israelenses pelo [caça] russo Su-34 no espaço aéreo libanês é um disparate amador", afirmou o Ministério da Defesa da Rússia.

Caça israelense F-16
F-16 Fighting Falcon israelenses © AFP 2018 / JACK GUEZ

O Ministério especificou que "os bombardeiros Su-34, que pertencem ao grupo aéreo russo na Síria, não são usados para voos para interceptar alvos aéreos e não realizar tarefas no espaço aéreo do Líbano".

O comentário segue os relatos divulgados no início do dia em meios de comunicação israelenses, libaneses e russos, alegando que os dois jatos da Força Aérea de Israel foram desafiados por um bombardeiro Sukhoi Su-34 sobre Trípoli e forçados a sair.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas