Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Pelo menos 11 combatente pró Assad morrem em enfrentamentos com EI na Síria

Pelo menos 11 combatentes leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, incluídos vários estrangeiros, morreram nas últimas horas em enfrentamentos com o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no nordeste do país, informou neste domingo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

Cairo - Com este novo número, sobe para 76 o número de leais à Assad mortos, entre eles nove soldados russos, enquanto também faleceram 25 jihadistas nos combates que aconteceram entre ambos nos últimos dias em Deir ez Zor, além de em Damasco e na província de Homs, segundo a ONG.

Resultado de imagem para Pelo menos 11 combatente pró Assad morrem em enfrentamentos com EI na Síria
Tropas sírias | Reprodução

Entre os mortos nos combates que acontecem desde a tarde de sábado nas frentes de Albukamal e Al Mayadin, na província de Deir ez Zor, há militares sírios e estrangeiros, segundo a ONG, que não precisou a nacionalidade das vítimas.

O Observatório advertiu que os enfrentamentos deixaram vários feridos, alguns em estado grave, por isso que o número de vítimas mortais pode aumentar.

O Ministério de Defesa da Rússia informou hoje que quatro militares russos morreram e outros cinco ficaram feridos em um ataque cometido por um grupo terrorista em Deir ez Zor.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas