Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Polícia do Exército Brasileiro reforça segurança no entorno de refinaria no Rio

Um grupamento de militares da Polícia do Exército (PE) chegou neste domingo (27), às 13h, à região no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc). Na área, estão localizadas as principais distribuidoras de combustíveis, como BR e Raizen (Shell).


Por Vladimir Platonow | Agência Brasil

Dez camionetes da PE e até uma ambulância militar passaram entre as centenas de manifestantes, sem despertar temor entre os presentes, que aplaudiram os militares e cantaram o Hino Nacional.

Um grupamento de militares da Polícia do Exército reforça segurança no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc)
Um grupamento de militares da Polícia do Exército reforça segurança no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc)/Tânia Rego/Agência Brasil

Porém, outros manifestantes disseram que só vão permitir a saída dos caminhões-tanque se for para órgãos públicos. Mais cedo, houve um princípio de tumulto, quando um caminhoneiros tentou entrar na distribuidora para abastecer o caminhão-tanque e teve uma de suas mangueiras cortadas.

Porta-voz do Comando Militar do Leste (CML), o coronel Carlos Cinelli disse que, por questões de segurança, o destino do combustível não pode ser revelado. Informou, no entanto, que uma das prioridades é abastecer o setor de saúde, principalmente hospitais.

"Por solicitação da Secretaria de Segurança, em ação integrada e coordenada com a PRF e PM, tropas de Polícia do Exército estão em deslocamento para a Reduc, a fim de garantir o fluxo logístico de combustível", informou o coronel Cinelli pouco antes do início da operação.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas