Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Polícia do Exército Brasileiro reforça segurança no entorno de refinaria no Rio

Um grupamento de militares da Polícia do Exército (PE) chegou neste domingo (27), às 13h, à região no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc). Na área, estão localizadas as principais distribuidoras de combustíveis, como BR e Raizen (Shell).


Por Vladimir Platonow | Agência Brasil

Dez camionetes da PE e até uma ambulância militar passaram entre as centenas de manifestantes, sem despertar temor entre os presentes, que aplaudiram os militares e cantaram o Hino Nacional.

Um grupamento de militares da Polícia do Exército reforça segurança no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc)
Um grupamento de militares da Polícia do Exército reforça segurança no entorno da Refinaria Duque de Caxias (Reduc)/Tânia Rego/Agência Brasil

Porém, outros manifestantes disseram que só vão permitir a saída dos caminhões-tanque se for para órgãos públicos. Mais cedo, houve um princípio de tumulto, quando um caminhoneiros tentou entrar na distribuidora para abastecer o caminhão-tanque e teve uma de suas mangueiras cortadas.

Porta-voz do Comando Militar do Leste (CML), o coronel Carlos Cinelli disse que, por questões de segurança, o destino do combustível não pode ser revelado. Informou, no entanto, que uma das prioridades é abastecer o setor de saúde, principalmente hospitais.

"Por solicitação da Secretaria de Segurança, em ação integrada e coordenada com a PRF e PM, tropas de Polícia do Exército estão em deslocamento para a Reduc, a fim de garantir o fluxo logístico de combustível", informou o coronel Cinelli pouco antes do início da operação.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas