Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China convoca embaixador dos EUA após sanção por compra de jatos russos

O Ministério de Relações Exteriores da China convocou neste sábado o embaixador dos EUA em Pequim para protestar contra a decisão de Washington de sancionar uma agência militar chinesa e seu diretor após a compra de caças russos e de avançado sistema de mísseis terra-ar.
Reuters

O vice-ministro das Relações Exteriores chinês, Zheng Zeguang, convocou o embaixador Terry Branstad para apresentar “representações severas” e protestar contra as sanções, disse a pasta.

Mais cedo, o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Wu Qian, disse que a decisão da China de comprar caças e sistemas russos foi um ato normal de cooperação entre países soberanos, e que os Estados Unidos “não tinham o direito de interferir”.

Na quinta-feira, o Departamento de Estado dos EUA impôs sanções ao Departamento de Desenvolvimento de Equipamentos da China (EED, na sigla em inglês) depois que o órgão se envolveu em “transações significativas” com a Rosoboronexport, principal exportadora de armas da Rússia.

As sanções est…

Polônia planeja pagar US$ 2 bilhões por base militar norte-americana em seu território

Varsóvia está disposta a pagar até dois bilhões de dólares (R$ 7,3 bilhões) para construção de base militar definitiva norte-americana no território da Polônia.


Sputnik

"A proposta descreve a necessidade óbvia e urgente de uma divisão militar permanente dos EUA na Polônia. Trata-se do compromisso da Polônia de fornecer apoio significativo que pode alcançar de 1,5 a 2 bilhões de dólares para criação de instalações militares conjuntas e para movimento mais flexível das forças norte-americanas", informou a edição Onet, citando um documento oficial do Ministério da Defesa polonês. 

Soldado polonês junto às bandeiras da OTAN, Polônia e EUA
Militar polonês com as bandeiras dos EUA, Polônia e OTAN ao fundo© REUTERS / Kacper Pempel

Além disso, a Polônia está disposta a "partilhar o fardo das despesas com defesa e tornar essa solução mais rentável para o governo dos EUA".

Segundo a edição, o documento contém informação sobre possível localização de instalações militares e hospitais, bem como de escolas e academias para o pessoal e membros familiares. A proposta já foi enviada à Casa Branca e ao Congresso dos EUA.

Anteriormente, a chancelaria polonesa declarou que a presença de tropas norte-americanas na Europa constitui a base para realização da política de segurança realizada por Varsóvia. Moscou, por sua vez, declarou preocupação quanto à militarização da Polônia.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas