Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Rússia desenvolve projeto de novo submarino nuclear de 5ª geração

O projeto geral do submarino Khaski de 5ª geração e a definição de seu visual já foram estabelecidos, agora estão sendo desenvolvidas as características táticas e técnicas, anunciou Aleksei Rakhmanov, chefe da United Shipbuilding Corporation (Corporação Unida da Construção Naval, em português).


Sputnik

"Já terminamos o projeto conceitual do submarino de 5ª geração Khaski, assim como a definição de seu visual. Foram propostas diversas opções, temos de escolher a melhor", disse ao jornal russo Izvestia.

Submarino nuclear de 5ª geração do projeto Khaski
Submarino russo Khaski de 5ª geração © Sputnik

"No momento, estão sendo desenvolvidas as características táticas e técnicas do novo submarino. Todo o resto sobre o Khaski é ainda segredo militar", acrescentou Rakhmanov.

Ainda há pouca informação sobre os submarinos nucleares multifuncionais de 5ª geração do projeto Khaski. Sabe-se que o submarino terá um sistema de mísseis de cruzeiro hipersônicos Tsirkon, mencionado pela primeira vez nos meios de comunicação em fevereiro de 2011. A suposta designação do sistema de mísseis é 3K-22 e do próprio míssil — 3M22.

Como foi informado recentemente pelo vice-comandante da Marinha da Rússia, Viktor Bursuk, a fabricação de submarinos nucleares do projeto Khaski será incluída no programa estatal de armamento para 2018-2025.

Comentários

Postagens mais visitadas