Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Rússia lançará em breve seu mais novo e moderno míssil de aviação

Os testes do mais novo míssil de aviação S-8 serão concluídos até o final deste ano, disse o diretor-geral da Tekhmash, Vladimir Lepin, aos jornalistas.


Sputnik

"Sim, queremos concluir e começar a fornecê-lo às tropas, se tudo correr bem", reportou ele, enfatizando que o míssil confirma plenamente suas características.

Lançamento do míssil S-8 (foto de arquivo)
Lançamento de míssil S-8 © Foto : Press service of НJSC "Scientific-Production Concern" Mechanical Engineering"

Dependendo das configurações, o míssil é capaz de explodir antes de atingir o obstáculo, durante a colisão ou depois do obstáculo, atravessando-o sem explodir.

O S-8 foi projetado para equipar aviões de ataque ao solo Su-25 e helicópteros Mi-8.

Lepin também relatou sobre os trabalhos de desenvolvimento do novo sistema de colocação remota de minas Zemledelie e do sistema de lança-chamas pesado Tosochka.

"Devemos terminar os testes preliminares ainda neste ano", comentou se referindo ao sistema de colocação remota de minas.

Segundo ele, o sistema de lança-chamas pesado também se encontra na mesma fase de testes.

"Começaram a desenvolvê-lo, o trabalho está em andamento. Tais sistemas complexos não podem ser feitos em um dia", explicou.

Além disso, o diretor-geral contou que as negociações sobre a montagem de munições russas na Indonésia estão em andamento. Trata-se de projéteis de artilharia e também, possivelmente, de sistemas de lançadores múltiplos de foguetes.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas