Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vídeo mostra momento do encontro do submarino argentino Ara San Juan

Profissionais que operavam um dos veículos submarinos foram os primeiros a ver em tela as imagens da embarcação, que estava desaparecida desde 15 de novembro do ano passado. Submarino foi localizado a 907 metros de profundidade.
Por G1

Um vídeo divulgado neste domingo (18) mostra as primeiras imagens do submarino Ara San Juan, no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. O encontro foi anunciado pela Marinha da Argentina na madrugada de sábado.


No vídeo é possível ver quando a equipe que opera um dos veículos que fazia as buscas vê a embarcação pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia.

O Ara San Juan desapareceu em 15 de novembro de 2017, com 44 pessoas a bordo, e sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma á…

Rússia lançará em breve seu mais novo e moderno míssil de aviação

Os testes do mais novo míssil de aviação S-8 serão concluídos até o final deste ano, disse o diretor-geral da Tekhmash, Vladimir Lepin, aos jornalistas.


Sputnik

"Sim, queremos concluir e começar a fornecê-lo às tropas, se tudo correr bem", reportou ele, enfatizando que o míssil confirma plenamente suas características.

Lançamento do míssil S-8 (foto de arquivo)
Lançamento de míssil S-8 © Foto : Press service of НJSC "Scientific-Production Concern" Mechanical Engineering"

Dependendo das configurações, o míssil é capaz de explodir antes de atingir o obstáculo, durante a colisão ou depois do obstáculo, atravessando-o sem explodir.

O S-8 foi projetado para equipar aviões de ataque ao solo Su-25 e helicópteros Mi-8.

Lepin também relatou sobre os trabalhos de desenvolvimento do novo sistema de colocação remota de minas Zemledelie e do sistema de lança-chamas pesado Tosochka.

"Devemos terminar os testes preliminares ainda neste ano", comentou se referindo ao sistema de colocação remota de minas.

Segundo ele, o sistema de lança-chamas pesado também se encontra na mesma fase de testes.

"Começaram a desenvolvê-lo, o trabalho está em andamento. Tais sistemas complexos não podem ser feitos em um dia", explicou.

Além disso, o diretor-geral contou que as negociações sobre a montagem de munições russas na Indonésia estão em andamento. Trata-se de projéteis de artilharia e também, possivelmente, de sistemas de lançadores múltiplos de foguetes.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas