Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Síria repele suposto ataque israelense perto de Damasco

Forças de Israel supostamente atacaram alvos perto de Damasco, na Síria, nesta terça-feira, segundo informou a mídia local.


Sputnik

De acordo com a agência SANA, pelo menos dois mísseis israelenses disparados contra a área de Al-Kaswa teriam sido interceptados por sistemas de defesa antiaérea da Síria, ao sul da capital. 


A mídia do Estado sírio culpa Israel por ataques aéreos na base militar iraniana no sul de Damasco, diz que as defesas aéreas derrubaram 2 mísseis. 

Fontes afirmam que o ataque, ocorrido pouco depois de os Estados Unidos se retirarem do acordo internacional firmado sobre o programa nuclear do Irã, teria como alvo uma base militar iraniana localizada em território sírio.

Até o momento, não há registro de vítimas.

Uma fonte do Aeroporto Internacional de Beirute disse à Sputnik que aviões de combate israelenses foram detectados no espaço aéreo libanês no momento dos ataques contra o território da Síria. Tel Aviv, no entanto, ainda não se manifestou sobre o caso.

Comentários

Postagens mais visitadas