Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Tribunal dos EUA ordena que Irã indenize famílias de vítimas do 11 de setembro

O tribunal norte-americano ordenou que o Irã pagasse bilhões de dólares de indenizações aos membros das famílias de vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.


Sputnik

De acordo com a decisão do tribunal, a República Islâmica do Irã, o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica e o Banco Central do Irã foram considerados culpados pela morte de 1.008 pessoas, por isso as autoridades do Irã devem pagar indenização aos membros das famílias das vítimas do ataque, informou a edição The Hill.


Atentado de 11 de setembro em Nova York
Atentado de 11 de setembro em Nova York © AP Photo / Marty Lederhandler

O valor da compensação se difere dependendo do grau de parentesco: 12,5 milhões de dólares (R$ 40 milhões) aos cônjuges; 8,5 milhões de dólares (R$ 27 bilhões) a pais e filhos e 4,25 milhões (R$ 13,5 milhões) aos irmãos.

Embora a comissão especial de investigação do atentado não tenha encontrado provas diretas da participação do Irã nos ataques terroristas, o tribunal em Nova York considerou suficientes os argumentos que Teerã alegadamente patrocinou a Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia).

Os membros das famílias das vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 entraram com um processo contra o governo do Irã em 2004.

Segundo a edição, Teerã não pagaria as indenizações determinadas pelo tribunal norte-americano. Entretanto, a decisão permitirá que as famílias das vítimas recebam uma parte dos fundos apreendidos das contas das empresas e cidadãos iranianos pelos EUA.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas