Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Turquia expulsa embaixador de Israel em protesto por mortes em Gaza

Israel reagiu expulsando o cônsul-geral da Turquia em Jerusalém.


Por G1

A Turquia solicitou nesta terça-feira (15) ao embaixador de Israel em Ancara que deixe o país temporariamente em protesto pela morte de dezenas de palestinos por soldados de Israel nesta segunda-feira na Faixa de Gaza, indicou uma autoridade turca.

Eitan Naeh, embaixador de Israel em Ancara, em imagem de arquivo (Foto: Adem Altan/AFP)
Eitan Naeh, embaixador de Israel em Ancara, em imagem de arquivo (Foto: Adem Altan/AFP)

O embaixador, Eitan Naeh, foi convocado pelo ministério das Relações Exteriores para uma reunião em que foi solicitado que "regresse a seu país durante um tempo".

Israel reagiu expulsando o cônsul-geral da Turquia em Jerusalém.

Na segunda-feira (15) Ancara já havia chamado os embaixadores do país em Washington e Tel Aviv para consultas em protesto pela morte de dezenas palestinos durante as manifestações contra a mudança da embaixada dos EUA em Israel para Jerusalém.

Reunião de países muçulmanos

O porta-voz do governo da Turquia, Bekir Bozdag, anunciou a convocação de uma reunião de emergência da Organização da Conferência Islâmica (OCI), que reúne cerca de 50 países muçulmanos. A Turquia preside a OCI neste ano.

"O Estado terrorista de Israel e os Estados Unidos, que protegem este Estado terrorista, e todos os que os apoiam serão obrigados a deixar Jerusalém", afirmou Bozdag ao fazer o anúncio.

A Turquia também pedirá uma sessão da Assembleia Geral da ONU para discutir a mudança da embaixada americana para Jerusalém. "Mais uma vez, os EUA estão ficando sozinhos e perderam sua qualidade de mediador para buscar a paz na região", concluiu Bozdag.

Bozgad classificou de "massacre" a morte de dezenas de manifestantes palestinos em Gaza. O porta-voz afirmou que os EUA têm a mesma responsabilidade que Israel pela violência.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas