Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Turquia promete responder se EUA deixarem de vender caças F-35 a Ancara

A Turquia irá retaliar caso Washington bloqueie os fornecimentos de caças F-35 ao país, declarou o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu.


Sputnik

Cavusoglu adicionou que a proposta dos legisladores norte-americanos de parar temporariamente a venda de armas à Turquia, incluindo os caças F-35, foi errada, ilógica e não coordenada entre os aliados da OTAN.


Caça F-35 Lightning II da Lockheed Martin
F-35 Lightning II © AFP 2018/ Evert-Jan Daniels

Ancara comprou os caças F-35A no âmbito do programa multinacional Joint Strike Fighter, liderado pelos EUA.

Mais cedo, o vice-secretário de Estado dos EUA para Assuntos Europeus e Eurasiáticos, Wess Mitchell, avisou que a compra dos mísseis russos S-400 pela Turquia poderia afetar a decisão de Washington de fornecer caças F-35 a Ancara.

Recentemente, o senador norte-americano James Lankford disse que "as decisões estratégicas da Turquia infelizmente cada vez divergem mais, e às vezes contradizem os interesses dos EUA".

De acordo com ele, a cooperação geopolítica de Ancara com Moscou e a sua decisão de comprar os sistemas antiaéreos russos S-400 poderia dificultar os fornecimentos de caças F-35.

Em dezembro de 2017, a Rússia e a Turquia assinaram o acordo sobre o fornecimento de sistemas S-400 a Ancara. De acordo com a declaração do Secretariado da Indústria de Defesa turco, Ancara adquiriu duas baterias deste sistema, que será operado por militares turcos.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas