Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

União Africana denuncia impactos do deslocamento da embaixada dos EUA a Jerusalém

A União Africana (UA) denunciou hoje que a realocação da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém só pode aumentar as tensões na região e complicar a busca de uma solução duradoura para o conflito palestino-israelense.


Prensa Latina
Adis Abeba - Em um comunicado emitido a esse respeito, o presidente da Comissão da UA, Moussa Faki Mahamat, assegurou que observam com profunda preocupação a situação reinante nesses territórios depois da decisão unilateral de Washington de transferir a sede diplomática para a disputada cidade e lhe reconhecer como capital, no lugar de Tel Aviv.

Reprodução

Condenamos energicamente o uso desproporcional da força por parte do exército de Israel, que resultou no assassinato de mais de 50 manifestantes, enquanto muitos mais ficaram feridos, afirmou o texto difundido por Mahamat.

O titular reiterou por sua vez a solidariedade da UA com o povo palestino na busca legítima de um Estado independente e soberano com Jerusalém Oriental como sua capital.

Pediu nesse sentido esforços internacionais renovados e genuínos para encontrar uma solução justa e duradoura ao conflito, baseada na existência de dois Estados, Israel e Palestina, no marco dos pronunciamentos apropriados das Nações Unidas.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas