Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

55 repórteres feridos por militares israelenses

De acordo com o escritório de informações do Movimento Hamas, 55 repórteres e jornalistas ficaram feridos desde o início da “Marcha de Retorno” na Faixa de Gaza.


Pars Today

Os ocupadores sionistas intensificaram a violação dos direitos dos jornalistas na Faixa de Gaza e na Cisjordânia no último mês, informou o escritório de informações do Hamas em um comunicado.

55 repórteres feridos por militares israelenses
Reprodução

As forças israelenses atiraram em repórteres quando cobriram notícias sobre os desenvolvimentos em Gaza.

O regime sionista também prendeu sete jornalistas por cobrir notícias sobre crimes israelenses na Cisjordânia.

Cerca de 121 palestinos já foram mortos e mais de 13.300 ficaram feridos desde o inicio de Marcha a retorno a Terra de 30 de março em Gaza.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas