Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Analista ucraniano aponta para supremacia do exército russo frente à OTAN

O especialista militar ucraniano Igor Romanenkov, em entrevista ao canal NewsOne, afirmou que as forças armadas da OTAN e dos EUA em conjunto atuam de forma mais lenta que os militares russos.


Sputnik

De acordo com ele, durante manobras, uma unidade russa contanto com cem mil homens é capaz de efetuar manobras de avanço de maneira muito mais rápida que os militares da OTAN.

Soldado russo durante manobras táticas
Militar russo © Sputnik / Vitaly Timkiv

"O potencial da OTAN e dos norte-americanos para uma guerra rápida é inferior ao dos russos", acrescentou.

Anteriormente, a edição Politico, citando um relatório divulgado pelo Pentágono, comunicou que as forças de reação rápida dos EUA e da Europa não suportarão a pressão do exército russo caso os dois lados se envolvam em um conflito armado de grande escala.

De acordo com o documento, a comunicação por satélite, muito popular no exército dos EUA, é vulnerável perante os meios russos de guerra eletrônica.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas