Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Analista ucraniano aponta para supremacia do exército russo frente à OTAN

O especialista militar ucraniano Igor Romanenkov, em entrevista ao canal NewsOne, afirmou que as forças armadas da OTAN e dos EUA em conjunto atuam de forma mais lenta que os militares russos.


Sputnik

De acordo com ele, durante manobras, uma unidade russa contanto com cem mil homens é capaz de efetuar manobras de avanço de maneira muito mais rápida que os militares da OTAN.

Soldado russo durante manobras táticas
Militar russo © Sputnik / Vitaly Timkiv

"O potencial da OTAN e dos norte-americanos para uma guerra rápida é inferior ao dos russos", acrescentou.

Anteriormente, a edição Politico, citando um relatório divulgado pelo Pentágono, comunicou que as forças de reação rápida dos EUA e da Europa não suportarão a pressão do exército russo caso os dois lados se envolvam em um conflito armado de grande escala.

De acordo com o documento, a comunicação por satélite, muito popular no exército dos EUA, é vulnerável perante os meios russos de guerra eletrônica.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas