Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Arábia Saudita derruba míssil balístico disparado por houthis

As forças de defesa aéreas da Arábia Saudita interceptaram um míssil balístico disparado por militantes iemenitas que atacaram a capital do país, Riad.


Sputnik

Após o ataque interceptado, os militantes Houthi declararam, conforme citado pelo canal de TV al Masirah, que estavam atacando o centro de dados do Ministério da Defesa da Arábia Saudita e uma série de outros alvos.

Artilharia do Exército saudita dispara contra o Iêmen a partir de um posto perto da fronteira saudita-iemenita, no sudoeste do país, em 13 de abril de 2015. A Arábia Saudita lidera uma coalizão de vários países árabes realizando ataques aéreos contra os rebeldes xiitas Huthis que invadiram a capital Sanaa em setembro e se expandiram para outras partes do Iêmen.
Artilharia do exército saudita © AFP 2018 / FAYEZ NURELDINE

Anteriormente, a Reuters relatou, citando testemunhas locais, que várias explosões foram ouvidas na capital da Arábia Saudita.

Alguns usuários do Twitter compartilharam vídeos retratando flashes no céu causados pelos supostos disparos.

Os houthis lançaram dezenas de mísseis contra a Arábia Saudita nos últimos meses com objetivo de atingir vários locais, inclusive o aeroporto internacional de Riad.

A coalizão liderada pela Arábia Saudita, principalmente de países do golfo Pérsico, tem implementado uma operação militar no Iêmen atendendo ao pedido do governo reconhecido mundialmente do presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi, alvejando, já por três anos, as posições dos militantes houthis. Os rebeldes forçaram Haidi ao exílio no início de 2015.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas