Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Assad promete aumentar presença militar do Irã na Síria 'se assim for necessário'

O presidente da Síria concedeu uma entrevista à uma emissora iraniana e avaliou a situação em seu país.


Sputnik

O presidente da Síria, Bashar Assad, anunciou que a presença do Irã na Síria, bem como as relações de Teerã com Damasco, não são negociáveis. Ele confirmou nesta quinta-feira que o Irã não possui bases fixas na Síria em uma entrevista concedida ao canal iraniano Al Alam.

Destacamento iraniano na Síria
Tropas iranianas na Síria © Sputnik / Mikhail Voskresenky

Assad especificou que os contatos entre a Rússia, EUA e Israel sobre a Síria ainda estão em andamento. O chefe de Estado, entretanto, enfatizou que as relações entre Damasco e Teerã "não farão parte de qualquer negociação", já que não se trata de "um bazar internacional".

Ao mesmo tempo, o presidente sírio anunciou que, embora na Síria não existam bases fixas iranianas, ele "não se oporá ao estabelecimento de bases militares iranianas" em seu país, se "assim for necessário".

Além disso, o presidente sírio garante que a libertação da Síria pode seguir dois caminhos possíveis ainda não definidos: "reconciliação ou libertação pela força".

O presidente sírio especificou que o lado russo propõe seguir o caminho da reconciliação, como foi feito em outras regiões, inclusive em Ghouta Oriental. O líder sírio reclamou, no entanto, da "pressão de Israel e dos EUA junto aos terroristas, para que a resolução pacífica não seja alcançada".

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas