Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Capacetes Brancos estariam ajudando extremistas a preparar encenação química na Síria

Representantes do grupo Capacetes Brancos trouxeram para a cidade síria de Idlib vários produtos químicos, equipamento de proteção e câmeras, em uma aparente preparação de mais uma encenação, relataram moradores da área ao Centro Russo de Reconciliação.


Sputnik

No fim da semana, um grupo de seis veículos com emblemas da organização teria chegado à capital da província de Idlib, comunicou nesta quarta-feira (27) a jornalistas, o chefe do centro russo, general Aleksey Tsygankov.


Capacetes Brancos evacuam uma vítima em Hamra, um distrito então dominado por rebeldes em Aleppo, em 20 de novembro de 2016
© AFP 2018 / THAER MOHAMMED

De acordo com testemunhas, um dos veículos estava carregando mísseis e latas contendo substâncias desconhecidas, bem como equipamento de proteção e de filmagem. Moradores locais relataram ter visto quatro pessoas vestidas com traje especial e com meios de proteção individual equipando ogivas de mísseis com liquido e pó.

Supostamente, o comboio teria partido para a pequena cidade de Maarat al-Numaan, ao sul da cidade de Idlib.

O grupo de voluntários, autodenominado como Defesa Civil, várias vezes foi pega encenando vídeo de guerra ou entrando em ação após execuções. Os Capacetes Brancos recebem financiamento oficial do governo dos EUA e do Reino Unido.

Anteriormente neste domingo (24), residentes da província síria de Idlib comunicaram que os radicais da zona estavam preparando uma provocação com a utilização de encenações. De acordo com informações do centro russo, obtidas de moradores locais por ligação telefônica, a provocação estava sendo arquitetada por combatentes do grupo Frente Al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países).

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas