Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Argentina concorda em construir bases norte-americanas em seu território

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou a construção no país de várias bases militares dos EUA, informou no sábado (21) o portal mexicano Aristegui Noticias com referência a fontes informadas.
Sputnik

De acordo com o portal, trata-se de ao mínimo três bases militares a serem construídas nas províncias de Neuquén (onde fica a jazida de gás de xisto Vaca Muerta), Misiones e Tierra del Fuego, de onde se pode controlar a Antártida.

A sua criação deve ser financiada pelo Comando Sul dos EUA. Um dos principais adeptos da criação de bases seria a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich.

Além disso, nota o portal mexicano, a ministra elogiou a chegada ao país de instrutores americanos que efetuam a preparação dos policiais argentinos antes da cúpula do G20 em novembro. Isso viola as atuais leis argentinas, porque é necessário obter a autorização do Congresso para tais ações, algo que não foi feito.

Capacetes Brancos estariam ajudando extremistas a preparar encenação química na Síria

Representantes do grupo Capacetes Brancos trouxeram para a cidade síria de Idlib vários produtos químicos, equipamento de proteção e câmeras, em uma aparente preparação de mais uma encenação, relataram moradores da área ao Centro Russo de Reconciliação.


Sputnik

No fim da semana, um grupo de seis veículos com emblemas da organização teria chegado à capital da província de Idlib, comunicou nesta quarta-feira (27) a jornalistas, o chefe do centro russo, general Aleksey Tsygankov.


Capacetes Brancos evacuam uma vítima em Hamra, um distrito então dominado por rebeldes em Aleppo, em 20 de novembro de 2016
© AFP 2018 / THAER MOHAMMED

De acordo com testemunhas, um dos veículos estava carregando mísseis e latas contendo substâncias desconhecidas, bem como equipamento de proteção e de filmagem. Moradores locais relataram ter visto quatro pessoas vestidas com traje especial e com meios de proteção individual equipando ogivas de mísseis com liquido e pó.

Supostamente, o comboio teria partido para a pequena cidade de Maarat al-Numaan, ao sul da cidade de Idlib.

O grupo de voluntários, autodenominado como Defesa Civil, várias vezes foi pega encenando vídeo de guerra ou entrando em ação após execuções. Os Capacetes Brancos recebem financiamento oficial do governo dos EUA e do Reino Unido.

Anteriormente neste domingo (24), residentes da província síria de Idlib comunicaram que os radicais da zona estavam preparando uma provocação com a utilização de encenações. De acordo com informações do centro russo, obtidas de moradores locais por ligação telefônica, a provocação estava sendo arquitetada por combatentes do grupo Frente Al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países).

Postar um comentário

Postagens mais visitadas