Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Competição eterna: especialista comenta planos dos EUA de combater S-400 russos

O general norte-americano, James Holmes, revelou os planos dos EUA de combater o sistema russo de defesa antiaérea S-400. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o analista político-militar Aleksei Podberezkin chamou a situação de competição entre "escudo e espada".


Sputnik

Washington pretende juntar os esforços da Força Aérea e do Exército para encontrar um meio de enfrentar o sistema russo de defesa antiaérea S-400. Eis a declaração do general James Holmes, chefe do Comando de Combate Aéreo.

Os sistemas S-400
S-400 Triumph © Sputnik / Alexander Vilf

Para ele, os militares norte-americanos se preocupam com o alcance dos mísseis S-400 que, em comparação com o do sistema S-300, é muito maior.

Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o analista político-militar Aleksei Podberezkin comentou a declaração do general norte-americano.

"Não há nada de novo nos planos dos EUA. Nesse caso são desenvolvidos meios de ataque — de aviação e de mísseis, mas também muito rapidamente são aperfeiçoados os meios de defesa, tais como a antiaérea e antimíssil. Os mísseis S-400 é um meio de defesa. Muito moderno e avançado, mas de defesa: atacar com ajuda dos S-400 seria impossível, pois eles só conseguem se defender. É claro que terão que aperfeiçoar os sistemas de defesas antiaérea e antimíssil por serem aperfeiçoados os meios de ataque. Os mísseis de posicionamento de aviação, marítimo e terrestre — tanto de cruzeiro como balísticos, que agora estão sendo produzidos nos EUA, evoluem-se muito rapidamente, aumentando alcance, reduzindo superfície reflexiva da última modificação, dificultando detecção e voando muito mais baixo. Por isso a competição entre sistemas de defesa e de ataque, assim como escudo e martelo, sempre houve e nunca vai parar", concluiu.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas